A arte de abrir mão… Mudanças.. pensamentos.. amor..

Há muito não escrevo nada, mas pensamentos e ideias não me faltam, falta mesmo tempo e vontade de colocá-las no papel, ou na tela.

Recentemente minha vida virou de cabeça pra baixo! Não me entenda mal, não estou dizendo isso de forma negativa, alias, estou adorando a nova perspectiva. Acontece que quando uma coisa é virada de cabeça para baixo, as coisas ficam meio desorganizadas… a parte boa é que a gente sempre consegue dar um jeito de colocá-las de volta no lugar, ou em outros lugares.

Há pouco mudei-me! De cidade, de vida.. decidi que queria viver a minha maneira, que queria crescer de fato. Levantar voo e sair da barra da saia da mãe e do paletó do pai. Sou imensamente grata a tudo que fizeram e ainda fazem por mim. Mas a gente tem que crescer não é. Finalmente alguém me deu coragem pra dar esse passo super definitivo na vida!

Com a mudança de cidade e casa, tudo mudou… algumas coisas já não me faziam tão bem quanto antes, e sabia que precisaria abrir mão. Mas e a coragem.. e o medo do desconhecido, e a insegurança da ‘estabilidade’.. puxa, agora tenho contas só minhas pra pagar e não dá mais pra gritar pro pai me socorrer… eu havia decidido não precisar mais dele para isso! Mas algumas coisas acontecem pra que tenhamos coragem de dar o passo necessário, e foi em meio a uma crise de ansiedade ou nervosismo ou seja lá o que foi… Em prantos e desesperada abri mão do que já não me fazia bem! E no mesmo momento senti um alivio… embora alguns deverem ainda devam ser cumpridos, a ideia de liberdade me faz leve!

Esse texto pode parecer sem sentido ou nexo pra alguns, fato é que não precisa fazer sentido pra todos, apenas pra mim e pra quem está comigo!

 

Quero deixar público que se não fosse o ser humano linkado acima, jamais teria dado inúmeros passos que tenho dado.. talvez eles sejam pequenos e insignificante pros outros, mas pra mim e pra minha maravilhosa companheira são imensuráveis. Também deixo público que amo-te cada dia mais! Obrigada, meu amor, pelo apoio, pela confiança e por todos os conselhos e broncas que me dá. Saiba que tem me feito um ser humano melhor e mais confiante! Segura de quem sou! Amo-te além!

 

 

Agora vou ali, dar um pouco de atenção a ela. Porque aposto que já está imaginando.. o que esse mulher tanto escreve?!

 

 

 

Anúncios

O ser professor…

 

Todo mundo sabe que hoje é dia do professor, e não é mais segredo pra ninguém que eu sou professora. Não que o dia de hoje seja diferente de algum jeito, mas é legal saber que temos um dia dedicado a nós, apesar da valorização por outros meios estar bem diferente!

Desde pequena eu brincava de escolinha com minha prima, eu sempre gostei da escola, até quando não gostava de estudar. Porque sim, há uma imensa diferença em gostar da escola e gostar de estudar… Eu sempre gostei da escola, e sempre gostei da maioria dos meus professores. Quando brincavamos, eu morria de vontade de ser a professora, porque ela era mais inteligente, mas minha prima era mais velha então eu sempre era aluna. =/

Os anos foram passando e eu precisei escolher uma profissão. Eu pensei em ser muitas coisas, inclusive, atriz, bailarina, advogada, jornalista, entre outras coisas… Fiz alguns vestibulares e passei em Ciências Biológicas, eu sei.. você que me conhece hoje provavelmente está pensando: “Carol… Ciências Biológicas???!!! Por que???” Pois é não sei explicar.. eu decidi fazer mas não durou muito.. fiz um semestre e desisti.. Foi aí que resolvi fazer Letras. Como eu sempre fui muito dada aos livros pensei “Por que não?” Fiz o vestibular passei e comecei… logo no primeiro semestre comecei a trabalhar em escola.. E foi aí que eu me apaixonei.

Claro que a profissão Professor não é financeiramente muito valorizada de maneira geral. Mas eu sou incrivelmente feliz fazendo o que faço. Tenho um carinho especial com os pequenos, pelo simples fato de eles serem mais verdadeiros, e o crescimento ou desenvolvimento ser muito mais nitido. E porque eles são mais lindos e fofos..

Agora vamos ser realistas não é fácil ser professor, nem prazeroso o tempo todo. Tem dias que a gente não quer dar aula, não quer acordar, não quer sair de casa, não quer ver os alunos. E não, o professor não fica contente quando os alunos vão mal na prova, não gosta de ferrar com os alunos. Mas nós ficamos irritados quando os alunos não fazem o que queremos ou esperamos, porque sabemos do potencial que cada um tem. Existem pessoas com dificuldades e nós entendemos.. nossas expectativas levam tudo isso em conta, a dificuldade, a vontade, o tempo.. todas as coisas..  E não existe nada que irrite mais o professor do que ver um aluno que poderia ser espetacular sendo apenas mais ou menos. Nem as conversas paralelas e a falta de atenção nos irrita tanto assim.

Estou consciente de que durante a minha carreira como profesora eu terei dias bons e ruins, alunos bons e ruins, turmas boas e ruins. Só para esclarecer, professores tem sim alunos e turmas favoritos! Falo mesmo. Não adianta ser hipócrita e falar que o professor não gosta mais de um que do outro, porque gosta! O que não acontece ou não deveria acontecer é beneficiar um ou outro por causa disso. Aí já é ilícito! Not cool, man!

Eu acho sim, que o professor não valorizado como deveria nesse Brasil de meu Deus, e não acho isso só porque hoje eu sou professora, eu sempre achei que o profissional deveria receber mais valor, porque é justo. E o que é justo é justo. Mas de um modo geral eu sou muito feliz fazendo o que eu faço. Cada dia em sala de aula é um aprendizado novo, e estamos aprendendo constantemente, inclusive com os alunos. O professor não é professor porque ele sabe tudo, ele é professor porque ele sabe te ensinar alguma coisa que você ainda não sabe, e também porque ele sabe aprender com você. Eu por exemplo sou péssima com números. Mas sou boa em outras coisas…

 

Então alunos valorizem o seu professor, aibam entender que ele não é obrigado a saber de tudo o tempo todo. Que ele não é obrigado a ser paciente e bonzinho o tempo todo, mesmo porque ele é humano, não ‘super-humano’!

 

Professores, obrigada por todos os conhecimentos e lições de vida que foram passados a mim. Obrigada pelo exemplo do que fazer ou do que deixar de fazer! Obrigada por simplesmente me ensinar aquilo que eu não sabia!

 

Feliz dia dos professores!!!

 

 

PS: Não ficou lindo e acho que não conclui o meu raciocinio, mas não me importo muito..