A chuva

Antes do texto propriamente dito, breves esclarecimentos.

Eu disse pra algumas pessoas que escreveria sobre meu ultimo ano de faculdade, mas não consigo consumar a idéia de que acabou. E também não estou afim de chorar agora… Portanto esperarei mais um pouquinho!

Tenho mais alguns textos já escritos pra publicar também então talvez esse blog abandonado justamente por causa do ultimo ano de faculdade, será tirado das cinzas e revitalizado com textos mais frequentes. Não que alguém se importe, mas enfim…

Também não sei como ficará a configuração do texto a seguir porque eu só copiei e colei do word.. portanto deal with it!

ok.. agora sim..  ao texto..

É engraçado praia com chuva. Quando sai pra ir a praia achei, pela sorte que tenho, que choveria todos os dias. Chegamos no sábado a tarde, umas três horas… Arrumamos tudo no apartamento, fomos ao mercado e resolvemos ir a praia de fato, chegando lá o tempo fechou, as nuvens estavam bem escuras e carregadas. Pensei comigo, “Vai passar, tá ventando bastante!” Coloquei minha toalha na areia Sentei e abri meu livro. Não demorou muito para escutarmos trovões e até vermos alguns relâmpagos. Ainda na vibe “Relaxa Carol, vai passar!” olhei pro meu pai que estava jogando bola com o meu irmão. Nem sinal de preocupação. Passei então a observar as pessoas. Mães gritavam seus filhos e pediam pra sair da agua. Outras mulheres recolhiam as toalhas e os guarda-sóis, saiam arrastando as crianças, cadeiras e toalhas. Como se o céu pudesse despencar a qualquer momento. Abaixei minha cabeça outra vez e continuei lendo o primeiro paragrafo do capitulo, afinal era só uma nuvem escura. De repente uma gota.. Depois outra… Olhei meu pai outra vez, ele continuava jogando bola. Voltei ao livro, ainda no primeiro paragrafo. Outro pingo. Olhei em volta, mulheres, homens e crianças apavoradas, correndo para algum abrigo… Eu não entendi muito bem, elas já estavam molhadas, não era preciso correr. Olhei o céu, o tempo estava bem feio, de verdade. Voltei ao livro, certamente a chuva não passaria de alguns pingos, julgando pela velocidade do vento as nuvens escuras e carregadas passariam logo. Havia esperança. Outro pingo mais um, outro e outro e escuto meu pai: “Carol, não vai ter jeito, vamos ter que ir!” Olhei pro céu, sorri e pensei ‘tudo bem, o que posso fazer?!’ Fechei o livro, sacudi a toalha, coloquei tudo na bolsa e viemos embora. No caminho comentei “saímos correndo, aí a gente chega ao apartamento e a chuva para” Chegamos no apartamento e o céu já abria de novo. Tive uma breve conversa com o senhor do tempo: “Você só pode estar de brincadeira comigo?!?” No fim acabou chovendo durante uma hora mais ou menos. O engraçado de tudo isso foi ver as pessoas desesperadas, como se aquele tempo que armou fosse um ensaio para o fim do mundo se não o próprio, em poucos minutos a praia estava vazia. Tudo bem que tinha uma nuvem bem escura em cima de nós, mas pra quê todo o desespero, medo de se molhar como já disse não faz o menor sentido, raios talvez, mas não formou uma tempestade, apesar das nuvens bem carregadas, era apenas uma chuva. Não precisava ser um meteorologista pra saber. Todo esse desespero para uma hora de chuva que nem foi tão intensa. Sorte do ser que decide quando chove ou não. Por que vir a praia e ficar no apartamento o dia todo não dá não!

Anúncios

2 comentários sobre “A chuva

  1. Paulo disse:

    Só uma opinião :
    – praia com tempo de chuva é perigoso, pois a agua salgada do mar conduz corrente eletrica, um raio caindo no mar pode caminhar para a praia. O raio sempre cai em um ponto mais alto, se levarmos em consideração o terreno plano da praia uma pessoa em pé é um ponto mais alto.
    Talves seja por isso que as pessoas sairam correndo da praia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s