Sobre vontades estranhas…

Então… vamos tirar as traças, a poeira e as teias de aranhas daqui…

Dias atrás meu carro quebrou, acontece que eu trabalho em outra cidade! Por esse motivo, estou indo trabalhar de circular! Calma que já isso tudo faz sentido…

Quando dirigimos normalmente cantamos… nossos melhores shows são enquanto dirigimos ou tomamos banho, certo? Certo! Pois é, acontece que na circular não dá pra cantar a plenos pulmões, então eu começo a pensar em coisas estranhas… Na verdade, bem na verdade mesmo, eu penso coisas estranhas o tempo todo. E aí é que surgem as vontade mais estranhas da vida… E eu tenho várias…

Hoje no almoço, por exemplo, queria comer abobrinha refogada com ovo! Mas a abobrinha deveria ser ralada para refogar e não apenas cortada… e depois que coloca o ovo não pode misturar, espera a abobrinha ficar pronta e aih quebra o ovo sobre ela e deixa lá até ele cozinhar…..E olha, nem gosto tanto assim de ovo cozido, mas queria isso, vai entender..

Por esses dias estive pensando que queria sair da minha cidade e ir até a cidade vizinha a pé! As pessoas fazem isso o tempo todo, por que eu não poderia? E aí comecei imaginar como seria o trajeto e se eu, uma pessoa não tão fit assim, alias, nada fit! Gosto de exercícios mas não treino super pesado ou faço corridas incansáveis, daria conta do recado… Segue o raciocínio:

Quando faço caminhada, saiu da minha casa e vou até o trevo e volto, para isso gasto mais ou menos uma hora, hora e meia. Esse trecho deve ter aproximadamente uns 8 km (vejam bem, que eu não tenho noção alguma de distância..) ida e volta. Se a cidade seguinte fica a mais ou menos 16 km, vou gastar mais ou menos o dobro do tempo… Então eu faria de uma cidade a outra em três horas e meia mais ou menos. Claro que precisaria de suporte, água, comidinhas, um descansadinha no meio do caminho ou coisas assim. Mas se pensarmos que quando saimos para passear no shopping, praia ou mesmo na rua só pra ‘olhar alguma coisinha’ andamos o dia todo, sentando para almoçar e fazer um lanche no meio da tarde apenas, por que eu não conseguiria chegar até a próxima cidade?

“mas Carol, você tá louca? Bebeu o que menina? Quando a gnt sai pra passear a gnt vê coisas, distrai, não é no sol e bla bla bla”

Eu sei gente! Mas é uma vontade que eu tenho, não posso fazer nada.. E eu queria mesmo, de verdade tentar, não preciso sair ao meio dia e pegar o sol fortíssimo torrando o lombo… Mas queria tentar. com o celular na mão, é claro, pra poder ligar pra minha mãe pedindo socorro assim que desistisse da travessura! E pra poder tirar fotos também, porque eu sou dessas que tira foto da estrada!

“Carolina, sua louca, é perigoso! Eu ando com você a distância toda, mas dentro da cidade”

Nããããoooo, não é a mesma coisa!!! Dentro da cidade não rola o desafio de não tem uma sorveteria pegar um picolé, ou seja lá o que for!

“Mas é muito perigoso!!”

Perigoso ultimamente está em todo lugar, se precisar vou de colete ‘fosforescente’, não tem problema não!

“E pra que você quer fazer isso?”

Pra poder falar fui de x a y a pé, oras!!!

Aaaa gente, sei que parece muito maluco maaas atire a primeira pedra quem nunca teve uma vontade estranha!!!

Noah – It’s not biblical… OMG!

Imagem

 

Sim, eu fui ao cinema assistir Noé! Sim, eu sou evangélica… e sim, eu gostei do filme! 

Mas Carol, como você pode? O filme nem é bíblico.. não tem nada a ver com a Bíblia… Como?? Como???

EU SEI! Mas é claro que não seria um filme totalmente bíblico, gente..  A história de Noé na Bíblia são basicamente quatro capítulos, você acha mesmo que Hollywood faria um filme só com a história bíblica? É muita inocência achar que vai ao cinema e ver o Noé puramente bíblico. Eu concordo, porém que distorceram a imagem dele de alguma forma. No filme mostra um Noé prepotente e por vezes cruel, incontestável.. temos a impressão de que ele não ‘prega a bondade’…  Mas também vejo um Noé que obedece a Deus acima de tudo, ele foi fiel ao que acreditava ser correto, ao que acreditava ser a ordem de Deus… 

Não adianta, temos que ir ao cinema com a cabeça aberta. a história foi toda romanceada, pra caber em um filme de duas horas e tralalá… Se isso vai lhe ofender de alguma forma não vá ao cinema! 

Agora vamos falar de produção e atuação… Eu não sou perita nisso, então darei minha opinião como simples mortal.. 

Sou suspeita porque gosta dela desde Harry Potter e a Pedra Filosofal, acho que ela trabalha muito bem! Sempre achei.. e ela te cara de atriz legal, simpática e etc… Sua personagem é a Ila, filha adotiva de Noé (que não está na Bíblia) e também esposa de Sem, seu filho mais velho (esse está na lá). Ela é encontrada em um vilarejo devastado por pessoas más e imediatamente adotada por Noé e sua esposa. Ila e a esposa de Noé mostram a força feminina naquela época, acho que também quer mostrar a lealdade delas com seus esposos e familiares, uma vez que Ila, pertencia aquela família. Confesso, a atuação dela foi o que a princípio me fez querer ver o filme! kkkkkk 

Russell Crowe… bom.. ele é Russell Crowe, não vejo outro motivo ou qualquer outra qualidade que possa ser inserida aqui. O cara, é bom! E tem uma pegada badass na atuação dele também, afinal de contas Deus escolheu ele para construir uma arca e salvar a humanidade poxa vida… Mas como disse antes, acaba agindo um pouco da visão bíblica de bom moço do nosso Noé, “Noé era um homem justo , íntegro entre o povo de sua época; ele andava com Deus” Gn.6.9, no entanto no filme ele tem alguns surtos que nós não sabíamos, mas se pararmos um pouquinho pra pensar, é humanamente impossível ficar tanto tempo em um lugar fechado, sem ter como sair, ou parar ou fazer qualquer coisa sem surtar pelo menos uma vez… Se hoje você esquece o celular em casa e já praticamente tem um AVC, pense bem naquela época, e pior.. saber que não tem o que fazer..o jeito é esperar mesmo. Eu não tiro a razão dele de surtar vez ou outra… eu teria surtado beeeeeeeem antes… 

Também temos o vencedor do Academy award Anthony Hopkins e Jennifer Connelli também vencedora do Oscar, além de Logan Lerman e Douglas Booth que poxa vida, mesmo se a atuação deles não fosse boa (o que não é verdade), valeria a pena só pra olhar pra eles…  *suspiros*

O filme tem roteiro de Darren Aronofsky e Ari Handel e a direção do próprio Darren Aronofsky, que dirigiu também o famoso, conceituado e belíssimo filme Cisne Negro. (Sim, eu gosto bastante do filme, nem deu pra perceber né?!), por aí você já sabe o que esperar… 

Uma curiosidade..

Quem aqui imaginava a arca como um barco beeeeem grandão, e uma janelinha em cima??  Mais ou menos assim…. 

Imagem

 

Pois é! Eu também sempre imaginei assim, mas veja bem, todas essas bíblias ilustradas podarão a nossa imaginação (por favor, não entendam mal, não estou criticando as Bíblias ilustradas, estou apenas fazendo uma observação) Não nos deixaram magina a arca de outra forma, ou talvez tenha sido a concepção de barco que temos, não sei.. fato é que a arca não foi construída para navegação, mas apenas para sobrevivência.. A Bíblia nunca citou esse formato aí, ou citou? oO’  Pois bem, no filme temos uma arca quadrada, como uma grande caixa… o que se você parar pra pensar faz muito mais sentido,… ou não.

Imagem

 

E vocês sabiam que a produção do filme realmente construiu uma arca com as medidas bíblicas para a filmagem? Sim, é verdade.. ok, não foi a arca toda, mas um pedaço em escala real e o restante foi adicionado digitalmente, mas ainda sim.. a Arca que vemos na produção final tem exatamente as mesmas dimensões da arca de Noé de verdade! 

Enfim, por mais que você tenho odiado o roteiro e todas as ‘licenças poéticas’ utilizadas pelos roteiristas, deve admitir que é um filme muito bem produzido, todos os efeitos digitais e sonoros e toda a atuação do elenco, foi bem feita! Vai lá.. não faça birra… Se você não quer ver o filme ‘porque não é Bíblico’ veja pelos efeitos e simplesmente pelo prazer de sentar na sala do cinema com um balde de pipoca, aquelas que só tem nos cinemas, e apreciar a maravilha da sétima arte, como um simples filme puramente fictício. 

Ou então pense no lado positivo da coisa toda… sabia que a busca pela leitura da Bíblia aumentou drasticamente? Sim, por causa de um filme romanceado e cheio de licenças poéticas pessoas que nunca antes tinham nem sentido o cheiro de uma bíblia, agora a buscam mesmo que digitalmente, mesmo que apenas para a verificação da verossimilidade da história contada no filme.. Isso é uma coisa boa, a Palavra nunca volta vazia, não é isso que diz a Bíblia e de qualquer forma uma semente foi ali plantada!

Dê uma chance ao pobre Noé cinematográfico, coitadinho…  Mas vá com a cabeça aberta ou vai achar tudo horrível mesmo! 

Pra você que agora talvez, pense que valha a pena ver pelo menos o trailer tá aí!

https://www.youtube.com/watch?v=-IRP9x7yjIY

 

Agora se você já assistiu, conte-me o que você achou!😉

E agora, quais são seus planos pra 2013?

calendario

Mais um ano se passou…
Os panetones já estão nas bancas a muito tempo, a globo já começou a fazer propaganda do show do Roberto Carlos, e dos filmes Natalinos de sempre… Daqui uns dias a clássica música do fim de ano global começa a encher as nossas casas… “Hoje é um novo dia de um novo tempo que começou…”  E eu não sei se é impressão minha, mas parece que a cada ano, o ano passa mais rápido! Será que eu estou ficando velha?

Lembro-me quando era pequena, o ano parecia demorar demais pra passar, as férias nunca chegavam e depois era igualmente demorada a volta às aulas. Hoje em dia, meu deus.. eu ainda to pensando o que foi que aconteceu de abril até novembro? Nós já estamos em dezembro e eu não vi o tempo passar… Fico com medo de não ter aproveitado o que eu deveria ter aproveitado, fico com medo de ter empregado mal meu tempo e deixado passar oportunidades únicas… E essas nunca voltam, por isso são chamadas ‘únicas’!

Sei que 2012 foi um ano diferente pra mim, passei por uma cirurgia que mudou minha vida… Não, eu não fiz mudança de sexo não.. relaxa! Fiz uma cirurgia bariatrica. Hoje com muitos quilos a menos, sou outra pessoa. Ser magra é outra vida, tenho mais disposição, a auto-estima melhorou 500%, eu já consigo comprar roupas em lojas de gente normal. Tenho vontade sair de casa, e os meninos até olham para mim.. kkk Não vou ser hipócrita e dizer que não me importo com isso, toda mulher gosta de perceber que chamou atenção de um ou outro rapaz… Faz bem! A essencia ainda é a mesma, estou mais feliz, é claro, porém o interior ainda é o mesmo. Gosto das mesmas coisas que gostava quando era gorda, exceto algumas comidas que não consigo mais comer… Trato as pessoas da mesma forma, talvez um pouco melhor, porque afinal quando estamos bem com a gente mesmo, isso reflete no tratamento alheio. Valorizo muito mais a minha saúde. E posso dizer que sou uma pessoa ativa, frequentadora de academia, ainda não gosto dela, mas já frequento!

2012 também foi um ano de reconciliação… Depois de dois anos e meio mais ou menos, afastada da igreja, finalmente me reconciliei com o Senhor. Talvez você que me lê, não saiba, mas em Julho de 2006 eu recebi Jesus na minha vida, eu decidi deixar Ele tomar conta da minha vida, talvez você nem entenda.. e talvez você vai parar de ler esse texto agora, porque vai pensar “Affeee… lá vem, mais uma falando de religião e de Deus!”… Eu entendo a sua resistência, antes de julho de 2006 eu dizia: “Eu? na igreja? puufff… nem pensar!” Mas quando Deus decide que é o tempo de alguém encontrá-lo, não tem pra onde correr… mas esse texto não é sobre a minha conversão ao evangelho, esse é sobre a minha restauração! Depois de mais ou menos 3 anos servindo a Deus, trabalhando na obra do Senhor eu resolvi que tava cansada dessa vida de igreja, e por vários outros motivos eu me afastei… e quero deixar claro que esse não foi o real problema, porque a igreja nesse caso é um prédio. Eu não simplesmente deixei de aparecer nos cultos, eu sai da presença de Deus, eu achei que eu não precisava mais dEle! Eu pensei que eu fosse suficiente para mim! Vivi a vida longe de Deus por dois anos e meio mais ou menos… não cometi grandes pecados, digo, não matei, não roubei, não usei drogas… mas fiz muita coisa que hoje me arrependo, mesmo porque pra Deus não existe pecadinho e pecadão, é pecado e pronto! Mas aos olhos humanos não cometi grandes erros, nunca fui muito de festa… Mesmo assim sabia que faltava algo, então comecei a procurar uma nova igreja onde pudesse frequentar, acabei gostando de uma das igrejas que meu pai vai, porque temos três igrejas espalhadas pela cidade, resolvi ficar no jardim Ipê. O Espirito Santo de Deus, me quis lá por algum motivo que na época eu não sabia, hoje eu já consigo entender um pouquinho dos planos que Deus tem pra minha vida ali… Fato é me reconciliei com Deus ali e estou trabalhando, com muita vontade.. novamente entrei de cabeça na obra, e Deus tem feito coisas maravilhosas, na minha vida e na ‘minha’ igreja, creio que o crescimento alcançará nossa minitério em 2013, para honra e glória do senhor Jesus!

Esse ano que se finda também foi meu primeiro ano como profissional de verdade. Formada… Embora sempre tenha trabalhado na minha area, esse, foi o primeiro ano como formada e até nisso Deus foi fiel comigo. Mudei de emprego no começo do ano e sou muito feliz trabalhando lá! As pessoas são muito boas e amigáveis.. tirando uns e outros que me batem as vezes…kkkk Trabalho com pessoas responsáveis e comprometidas. A escola tem uma possibilidade de crescimento muito grande também e sei que trabalhando duro podemos ser a melhor e mais forte escola de idiomas de Paranavaí e região!

Diante disso tenho certeza que  2012 valeu a pena!!

Mas deixando o passado para trás, penso sobre o próximo ano…. 2013.

Na verdade, bem na verdade, eu não tinha parado pra pensar nisso até essa tarde, quando conversava com uma pessoa no facebook… claro que eu tinha planos, a gente sempre tem planos e resoluções para o ano que vem, mas não tinha parado para pensar neles ainda…

Tenho uma lista de prioridades para 2013. Com certeza continuar a servir a Deus, é o top one da lista. Mas quero fazer muitas outras coisas… são sonhos, desejos e vontades que precisam ser pensadas e planejadas.. e nem todas essas vontades dependem só de mim, muitas delas dependem de Deus, porque ninguém melhor que Ele para saber o que é o melhor para nós, então entrego tudo nas mãos dEle, para que seja feita de acordo com a Sua vontade! No entanto, algumas coisas a gente mesmo é que tem que correr atrás, então em 2013 não quero parar a atividades física, muito pelo contrário, quero voltar às aulas de dança, primeiro porque é um bom exercicio e segundo porque eu sou mesmo apaixonada pela dança e sinto muita falta dela na minha vida, então separarei um tempo para as aulas de dança! Também vou fazer aulas de técnica vocal, sempre gostei de cantar, mas gostar de cantar e cantar bem são coisas muito diferentes… e já que não sou terrível cantando aproveitarei para melhorar isso com aulas de técnica!

Possuo também desejos ministeriais, mais uma vez talvez você não entenda isso, mas garanto é real, é uma coisa que queima dentro da gente. Quero participar de projetos, um deles especialmente é o projeto chamado ‘Aldeia Nissi“, mas especificamente o “Mão na massa“, onde voluntários dão as suas férias de janeiro para ajudar na construção de um orfanato na Africa. Sim eu tenho vontade ir de verdade, sim eu aceito ofertas para pagar os gastos!😉 (Para saber mais é só clicar aí nos link, não se preocupe, ele abrirá em outra janela)

Fora isso são coisas corriqueiras, que todos ou quase todos querem…. Eu por exemplo, quero um marido. Sim, marido, não namorado. Mas ele precisa preencher uma série de pré-requisitos e não, não estou sendo exigente demais, confie em mim! Estou sendo até bastante razoavel. kkk  É um sonho de criança poxa, sempre quis casar.. O tempo certo eu não sei.. talvez eu conheça uma pessoa hoje e case daqui seis meses, talvez eu não case em dois anos, mas o fato é, agora eu só vou namorar o meu marido, aquele escolhido e aprovado por Deus para estar ao meu lado e eu ao lado dele!

Bom… quero sim crescer profissionalmente, quero conseguir tirar meu FCE esse ano também, de repente até começar uma pós-graduação ou um mestrado. A gente nunca sabe!😉

Basicamente esses são meus planos pra 2013, quais são os seus planos? Fazendo um balanço geral de 2012, seu ano valeu a pena?

O ser professor…

 

Todo mundo sabe que hoje é dia do professor, e não é mais segredo pra ninguém que eu sou professora. Não que o dia de hoje seja diferente de algum jeito, mas é legal saber que temos um dia dedicado a nós, apesar da valorização por outros meios estar bem diferente!

Desde pequena eu brincava de escolinha com minha prima, eu sempre gostei da escola, até quando não gostava de estudar. Porque sim, há uma imensa diferença em gostar da escola e gostar de estudar… Eu sempre gostei da escola, e sempre gostei da maioria dos meus professores. Quando brincavamos, eu morria de vontade de ser a professora, porque ela era mais inteligente, mas minha prima era mais velha então eu sempre era aluna. =/

Os anos foram passando e eu precisei escolher uma profissão. Eu pensei em ser muitas coisas, inclusive, atriz, bailarina, advogada, jornalista, entre outras coisas… Fiz alguns vestibulares e passei em Ciências Biológicas, eu sei.. você que me conhece hoje provavelmente está pensando: “Carol… Ciências Biológicas???!!! Por que???” Pois é não sei explicar.. eu decidi fazer mas não durou muito.. fiz um semestre e desisti.. Foi aí que resolvi fazer Letras. Como eu sempre fui muito dada aos livros pensei “Por que não?” Fiz o vestibular passei e comecei… logo no primeiro semestre comecei a trabalhar em escola.. E foi aí que eu me apaixonei.

Claro que a profissão Professor não é financeiramente muito valorizada de maneira geral. Mas eu sou incrivelmente feliz fazendo o que faço. Tenho um carinho especial com os pequenos, pelo simples fato de eles serem mais verdadeiros, e o crescimento ou desenvolvimento ser muito mais nitido. E porque eles são mais lindos e fofos..

Agora vamos ser realistas não é fácil ser professor, nem prazeroso o tempo todo. Tem dias que a gente não quer dar aula, não quer acordar, não quer sair de casa, não quer ver os alunos. E não, o professor não fica contente quando os alunos vão mal na prova, não gosta de ferrar com os alunos. Mas nós ficamos irritados quando os alunos não fazem o que queremos ou esperamos, porque sabemos do potencial que cada um tem. Existem pessoas com dificuldades e nós entendemos.. nossas expectativas levam tudo isso em conta, a dificuldade, a vontade, o tempo.. todas as coisas..  E não existe nada que irrite mais o professor do que ver um aluno que poderia ser espetacular sendo apenas mais ou menos. Nem as conversas paralelas e a falta de atenção nos irrita tanto assim.

Estou consciente de que durante a minha carreira como profesora eu terei dias bons e ruins, alunos bons e ruins, turmas boas e ruins. Só para esclarecer, professores tem sim alunos e turmas favoritos! Falo mesmo. Não adianta ser hipócrita e falar que o professor não gosta mais de um que do outro, porque gosta! O que não acontece ou não deveria acontecer é beneficiar um ou outro por causa disso. Aí já é ilícito! Not cool, man!

Eu acho sim, que o professor não valorizado como deveria nesse Brasil de meu Deus, e não acho isso só porque hoje eu sou professora, eu sempre achei que o profissional deveria receber mais valor, porque é justo. E o que é justo é justo. Mas de um modo geral eu sou muito feliz fazendo o que eu faço. Cada dia em sala de aula é um aprendizado novo, e estamos aprendendo constantemente, inclusive com os alunos. O professor não é professor porque ele sabe tudo, ele é professor porque ele sabe te ensinar alguma coisa que você ainda não sabe, e também porque ele sabe aprender com você. Eu por exemplo sou péssima com números. Mas sou boa em outras coisas…

 

Então alunos valorizem o seu professor, aibam entender que ele não é obrigado a saber de tudo o tempo todo. Que ele não é obrigado a ser paciente e bonzinho o tempo todo, mesmo porque ele é humano, não ‘super-humano’!

 

Professores, obrigada por todos os conhecimentos e lições de vida que foram passados a mim. Obrigada pelo exemplo do que fazer ou do que deixar de fazer! Obrigada por simplesmente me ensinar aquilo que eu não sabia!

 

Feliz dia dos professores!!!

 

 

PS: Não ficou lindo e acho que não conclui o meu raciocinio, mas não me importo muito..

Nostalgia ou saudade da adolescência perdida.

Hoje foi aniversário de um amigo meu, amigo de longa data. Essa amizade porém, nunca passou para o plano físico, não por falta de vontade, interesse e/ou planos, simplesmente porque nunca deu certo.. Primeiro éramos muito novos pra viajar sem ter que pedir para os pais ou gastar horas de telefone e comunicação entre um pai e outro para saber se era isso mesmo… Sabe como são os pais em relação aos amigos virtuais, não que eu ache errado nem nada, eu acho até muito certo! Afinal de contas é pra isso que eles existem, para nos amar e nos proteger e se preocuparem, às vezes mais do que gostaríamos. Enfim.. voltando… agora que não precisamos pedir permissão ou esperar os tramites das negociações ‘parentais’, precisamos trabalhar e ganhar nosso próprio dinheiro pra isso. Ou seja… o mundo é injusto e a geografia não ajuda!

Longe de mim dizer que os meus amigos reais (deixo claro, que eu não acho que os amigos virtuais sejam menos reais, uso o termo somente para diferenciar os que estão perto e os que não) não são legais ou tão bons amigos como os virtuais porque eles são… se bem que… deixa pra lá.. kkk (Sempre existem exceções)

Ok.. eu me perdi, onde eu quero chegar?! Pronto.. foi aniversário desse meu amigo e eu fui parabenizá-lo através do facebook e comecei a lembrar de como era bom ser adolescente… Como passávamos horas á toa… Ok, ok.. eu não sou o exemplo de pessoa mais ocupada do mundo, ainda passo horas á toa, mas não significa necessariamente que eu deveria. hihihi

Mas quando a gente é adolescente não tem preocupações, não pensamos muito em futuro, nós temos sonhos, é verdade, pensamos em fazer uma faculdade específica, viajar pra algum lugar especial, ou qualquer coisa do tipo.. mas pensamos que ainda somos muito jovens e temos muito tempo sobrando pra nos preocuparmos realmente com essas coisas.. Não me entenda mal, eu não me acho a super adulta responsável que está prestes a dar-lhe uma lição de moral parent-style.. muito pelo contrário, eu com meus quase 25 anos como meu pai insiste em dizer toda vez que dou uma escorregada, ainda sou aquela adolescente que sonha e acha que tem muito tempo pra viver ás vezes.. Mas tembém sei que o tempo passa rápido, despercebido… Ontem eu estava saindo do ensino médio, e hoje já estou formada e trabalhando e construindo uma carreira e vida que é só minha, onde todas as responsábilidades pelas coisas erradas e créditos pelas coisas certas cairão sobre mim! Às vezes fico pensando: o que aconteceu com os anos no meio disso tudo?

Sim, eu sinto falta de quando eu tinha ’25’ amigos virtuais… não que eles não sejam, pelo contrário, tenho certeza que alguns deles são muito mais fiéis dos que estão perto de mim. Não é esse o ponto.. Sinto falta das madrugadas que passava acordada falando mal da vida dos outros com a Anna, discutindo problemas e felicidades com a Gaby, tentando estabelecer uma comunicação com o Elias, resolvendo coisas do fórum que era ‘só meu’ com o Caio… entende ontem quero chegar? eu ainda converso com essas pessoas. Ainda falo mal dos outros com a Anna, especialmente com ela , tenho um relacionamento bem sólido, ainda falamos de coisas futeis.. mas a despreocupação da adolescencia, o descompromisso com as coisas.. o prazer, a expectativa das coisas novas… as dúvidas, os sentimentos… são diferentes.. a gente mudou, o mundo mudou… Eu sinto falta disso às vezes… E não só com os amigos virtuais que foram os que mencionei aqui..

Eu sinto falta da galera da escola.. ensino médio sabe? Fazíamos tudo juntos.. ou quase tudo, fato é: éramos unidos, senti falta disso na faculdade, um grupo grande, unido.. que fazia coisas juntos, organizavamos festas e churrascos, e sempre dava certo… todos ajudavam… sinto falta da inocência daquela época. Nos sentíamos os donos do  mundo, e não éramos nada!

Eita nostalgia………….

PS: Não tenho certeza se eu consegui ‘me fazer entender’.. mas também não acho que tenha me esforçado muito para organizar tudo isso na minha cabeça… então, sinto muito!

Deal with it!

E no fim…. o fim

 

ATENÇÃO: Texto inacabado, mas leia mesmo assim!

 

Eu vim adiando esse texto o maximo que eu pude.. Mas acho que já está na hora de admitir que tudo terminou.

Foram bons tempos, no meu caso dois anos de experiencias e conhecimentos compartilhados, de intrigas e discussões. Eu não sei se quero aceitar que tudo acabou, ainda não chorei por isso. Mas sei que é inevitável.

Com certeza sinto falta da maioria de vocês, todas as noites quando preciso assistir novela porque eu não tenho mais que ir pra faculdade e encontrar-los. É nessa hora que dá um aperto, uma dorzinha, bate uma saudade sabe…

Vocês não fazem idéia do quão especiais foram na minha vida, sim eu perdi o meu primeiro terceiro ano. Mas não foi porque eu não consegui nota ou faltei demais. Eu simplesmente não queria mais estudar com a minha antiga turma, e abandonei a faculdade, digo, eu até comparecia as aulas, mas não prestava atenção, não estudava, ficava em casa dia de prova e não fui fazer nenhum exame. Simplesmente abandonei.. soltei o carro na banguela.  E escolhi estudar com vocês. Viu só quão importante vocês são!

Pois é acontece que os dois ultimos anos passaram rápido demais na minha opinião. Não é que eu não quisesse me formar, porque Deus como eu quis que isso acontecesse… Mas eu não queria ter que me separar de vocês.  Eu gostava de encontrá-los todos os dias, ou noites.. De matar aula aula com vocês, mesmo que fosse dentro da sala, porque honestamente fizemos isso várias vezes, estávamos em sala mas não era como se realmente estivéssemos lá.

Fato é, sentirei muito a falta de vocês……..

E a cirurgia está feita..

ATENÇÃO

Esse texto era pra ter sido publicado a mais de um mês atrás, mas eu não tava no clima e com dor então foi ficando e ficando e ficando… e hoje saiu.. =)

Pronto..

Como vocês já sabiam por causa dos meus últimos dois textos (deixa de ser preguiço e olha aí no histórico). Eu fiz a cirurgia. Mas calma que ainda não chegamos nela, não aqui pelo menos.  A ultima vez que tiveram noticias minhas eu havia surtado por causa da documentação. No fim das contas, deu tudo certo… Mas o inferno estava por vir, e eu nem sabia…

Uma semana antes da cirurgia eu precisaria começar uma dieta, então na terça a noite fomos, eu, os meninos lá da escola e meus alunos comer pizza. A última refeição de gorda que eu fiz.. Na quarta comecei uma dieta, que foi diminuindo a cada dia… na terça feira eu não podia comer mais nada, passei o dia a base de água e isotônico. Passei muita fome. Mas o objetivo era perder um pouco de peso, limpar e diminuir as alças intestinais e o volume do estômago. A partir das onze de terça eu não podia mais ingirir absolutamente nada, nem água. Pois é jejum absoluto.

Dei entrada no hospital as 9 horas da manhã. Ainda em jejum. A enfermeira veio ao meu quarto trouxe a minha camisola super sexy aberta nas costas, verificou minha pressão que estava alta na hora, então ela disse que eu precisava me acalmar porque a se a pressão estivesse alta eu não seria operada. Ela saiu da sala e disse que voltaria mais tarde. Fiquei assistindo tv e me acalmei. Mas quando ela voltou com a maca pra me buscar e levar pro centro cirurgico eu comecei a ficar nervosa outra vez… Quem não ficaria não é?

Já no centro cirurgico e com o soro colocado, chorei um pouquinho, mas logo passou quando fui pra sala de cirurgia estava bem tranquila. Fiquei conversando com a anestesista, que foi super gente boa! Quando o cirurgião entrou no centro ciruurgico ela já me anestesiou e disse: “Agora eu vou por o remédio aqui e você vai começar se sentir tonta.” Eu não pensei que fosse tão rápido. Estava olhando pra parede quando o médico chegou e me cumprimentou eu virei rápido e já senti uma tontura e disse: “Nooooossaaaa já to tonta!!” Aí briguei com ele porque ele me fez passar fome.. e apaguei!

Depois disso lembro da enfermeira falando pra eu respirar, e o meu primo falando que estava tudo bem que a cirurgia tinha sido um sucesso! Depois disso, só lembro quando estava no quarto, com muita dor na bexiga! Sim, porque eu não comi, mas estava com soro desde as 11 da manhã, quando cheguei no quarto já era umas quatro e meia mais ou menos. Como não colocaram a sonda quando eu estava anestesiada, eu pedi pra ir ao banheiro, e me trouxeram uma ‘comadre’. Se você não sabe o que é uma comadre vá no google e pesquise. Mas eu explico, é tipo um penico pra mulheres usarem na cama. Acontece que a pessoa aqui não conseguia usar a tal da comadre. Então vinha uma vontade de ir ao banheiro e eu ‘gritava’ que queria fazer xixi..

Eu: xixiii..
Enfermeira: Vamo por a comadre.
a Carol tenta, tenta.. tenta e nada…
Eu: tira a comadre, eu não consigo..

e o mesmo diálogo rolou por mais ou menos meia hora até que eu falei que não ia fazer o xixi na comadre…

Enfermeira: Vamos colocar a sonda então…
Eu: Não.. eu não quero, porque não colocaram na sala de cirurgia? Eu quero ir ao banheiro!

No fim das contas chamaram a fisioterapeuta pra me levantar e aí eu fui ao banheiro! Pronto estava realizada!

Bom, depois da cirurgia eu não podia comer nada, por causa da cicatrização.. então os 15 primeiros dias eu só podia me alimentar de líquidos, não conseguia tomar os caldos salgados porque não descia direito…. não foi tão difícil porque eu não sentia fome, ainda não sinto, mas no fim dos quinze dias eu já tava enjoada… No próximos 15 dias eu já podia comer papinhas.. Yay! Pois é, batatinha amassada, sopinha amassada, tudo amassado…  Aí já deu um mês de cirurgia…

O problema, é que quando comecei a comer, comecei a passar mal, sentia muito ansia e indisposição.. eu me sentia fraca e tinha medo de comer e passar mal. Como posso comunicar-me com  o médico através de sms, mandei uma mensagem pra ele e ele já me passou o remédio, melhorou um pouco mas não estava 100% ainda.

Quando voltei ao médico, semana passada, eu levei uma bronca porque emagreci muito! 17kg em um mês. Expliquei sobre a medicação e ele trocou, disse que eu tava passando mal porque a ligação do estomago com o intestino ainda estava um pouco sensível, e eu estava possivelmente com um pequena gastrite, já que o estômago ainda está super sensível.

Nessa quarta feira fará um mês e duas semanas de cirurgia, eu já me sinto muito bem, já voltei para a academia.. Sim, estou puxando ferro, porque eu sou obrigada, de verdade! E já posso comer de tudo! Eba.. o que não quer dizer que eu coma, mas estou experimentando de tudo… Inclusive as coisas que eu não gostava antes, porque acreditem ou não os sabores mudam. É… E o olfato parece de um cão farejador, eu sinto cheiro de tudo! Mas estou muito bem obrigada! Feliz com a cirurgia e o resultado!

 

 

Agora você já sabe o que fazer! Comenta aí se tiver alguma coisa pra dizer…